terça-feira, 5 de novembro de 2013

51° dia - Sobre pisada

Bom, esses dias eu estou meio cansada...
Na sexta-feira, no final da caminhada na esteira eu senti uma fisgada no pé esquerdo e encerrei essa atividade dez minutos antes do normal. Fiz a musculação normal, sem sentir o pé, mas tava caminhando mancando um pouco.
No fim de semana eu não fiz atividade nenhuma, mas ontem não aguentei fazer nem 5 minutos na esteira. Não era aquela dor insuportável, mas incomodava. E como não quero me lesionar (e consequentemente ficar um bom tempo sem atividade), parei logo. Fiz 45 minutos na bicicleta, 10 minutos no transport e uma hora de musculação.
Cheguei em casa, enchi um balde de água e gelo e botei o pé por alguns minutos. Depois enrolei em uma toalha de deixei mais um tempinho. Não senti mais dor o dia todo. Aí hoje, fui toda empolgada pra esteira, e senti o pé de novo!!!
Percebi que não piso o pé direito no chão. A parte lateral externa do meu pé toca o chão antes do resto e talvez seja isso que esteja me causando a dor. Como na terceira figura da ilustração abaixo:


Cheguei em casa e fui pesquisar e apareceu um monte de sites dizendo que eu tinha que comprar um tênis adequado à minha pisada... Ai, Senhor, mais gastos??? Eu comprei um tênis novo há menos de dois meses, quando comecei a academia...
Mas aí encontrei um blog com uma matéria que dizia que isso era irrelevante, porque até hoje nenhuma pesquisa confirmou que o tênis ajuda nesses casos. Preferi acreditar nisso, seja porque quem falou era uma fisioterapeuta com mestrado em biomecânica da corrida, seja porque eu sei que tem muita matéria que na verdade é publicidade mascarada por aí.
Na página tinha até umas sugestões de exercícios para fortalecer os pés e evitar que se tenha uma lesão, tais como:
  • Ande mais descalço: a sola do pé é cheia de sensores que ajudam o cérebro a controlar melhor o movimento e o equilíbrio, então é importante tirar os sapatos e sentir o chão de vez em quando.
  • Em pé, tente deixar o arco interno do pé mais alto, sem mover o restante da perna. Você deve sentir que está fazendo força nos músculos da sola do pé. No começo é difícil mas é só uma questão de prática.
  • Eleve somente o dedão e depois eleve os outros dedos mantendo o dedão no chão. Abra e feche os dedos.
  • Arraste os dedos no chão como se quisesse usá-los para puxar algo para perto de você.
O blog que eu consultei foi o Pé Sem Dor.
No mais, a dieta continua ok. Ontem encontrei rúcula e alface crespa no supermercado, verduras raras de se achar por aqui. E ontem mesmo fiz uma saladinha deliciosa com elas. Eu achava que jamais me acostumaria a não ingerir carboidratos à noite, mas não é tão difícil como eu imaginei. Os chocolates da Alice estão acabando e só o que vai me tentar mesmo será o aniversário dela na semana que vem, pois eu pretendo fazer quase tudo eu mesma sozinha aqui em casa!
Abraços!

3 comentários:

deiacantelli disse...

Obrigada pela força!
bjokas

Muriel Nery disse...

Estamos aqui pra isso!!!
Estamos juntas nessa!!!

Bruxa do 203 disse...

Nem me fale em gastos!!!! rsrs

Mas os professores da academia geralmente entendem do assunto e devem ter boas dicas de tênis e cuidados.