segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

78º dia - Desafios e problemas

Minha gente, mas eu ralei no sábado...
Fiz 50 minutos na esteira, 30 minutos na bicicleta ergométrica e mais 15 minutos no transport.
Até tentei fazer umas abdominais depois de tudo isso, mas já estava cansada e parei com apenas 15...
Queria muito dizer que os docinhos não atrapalharam meu emagrecimento, mas a verdade é que eu perdi apenas 200 gramas essa semana e eu acho isso simplesmente inadmissível!!!
Tirando os docinhos, não recordo de ter havido nenhuma outra grande fuga da dieta, no entanto, a atividade física essa semana não foi grande coisa. Sem o personal em cima, e sem um treino pronto pra seguir, confesso que enrolei um pouco... Menos sábado! Sábado em me empolguei...
Pode ser também que seja porque eu estou perto daqueles dias, quem sabe...
Vou aproveitar que estou aqui "na capital" e botar todos os meus exames e médicos em dia. Hoje é dia da ginecologista. Ai, como odeio fazer a tal prevenção. Por que mulher sofra tanto, hein?!
Ah, sim, mas o post de hoje é sobre metas.
Desde que comecei meu programa, eu tenho estado bem focada, bem determinada e cumprido quase todas as determinações dos profissionais que me acompanham. O problema é o quase. É o quase que me mata.
De todas as coisas que todos os profissionais orientam, tem três que ainda não consegui levar adiante:

  • Diminuir o consumo de sal;
  • Não ingerir líquidos durante a refeição;
  • Não beber refrigerantes (nem mesmo o zero).

Primeira coisa a dizer é que eu sou impressionada em comida com gosto e, em geral, o gosto está necessariamente ligado à quantidade de sal! Aí todo mundo diz "ah, mas o excesso de sal aumenta a pressão". O que não entendem é que isso serve pra mim, pois eu tenho a pressão baixa e, vez ou outra, desmaio devido a queda de pressão. Minha pressão normal é 9/6. Tenho que ficar atenta, porque já desmaiei por tomar um remédio pra gripe que baixou minha pressão. E esse desmaio foi feio, pois caí segurando uma xícara, me cortei com os cacos e levei seis pontos na mão...
Mas tudo bem, porque não é só pressão alta que o consumo excessivo de sal pode causar, não é mesmo?! Tem também a tal retenção de líquidos, que, só pra constar, eu também não tenho. Meu endocrinologista me disse isso durante a consulta.
No entanto, eu sei que diminuir a quantidade de sal é necessário e, por isso, eu comprei lá no Mundo Verde, o famoso "sal light".
Nunca ouviu falar nisso? Nem eu!!! Fui no dr. Google e tava lá a resposta:
"É um produto com teor de sódio reduzido, indicado para hipertensos. Possui 30% de sódio e 70% de cloro. Cuidado: como seu sabor é mais suave, deve-se ficar atento para não salgar muito a comida e anular o benefício de possuir menos sódio. Por conta da alta taxa de cloro, também dá sensação de ardido. É o mais recomendado pelos especialistas." Fonte: Drauzio Varella.

Qual o problema com a ingestão de líquido durante a refeição?
"O líquido ingerido na refeição não engorda, porém dilata o estômago e provoca uma sensação de inchaço abdominal. É importante não criar o hábito de ingerir líquidos sempre nas refeições, pois o estômago sempre passará por essa dilatação o que irá torna-lo mais elástico. Essa dilatação reduz a sensação de saciedade e você pode acabar consumindo mais alimentos, levando a um excesso alimentar durante o dia e consequentemente o aumento de peso." Fonte: Dieta e Saúde.
Eu tenho esse mal e sofro com ele, porque, como boto muito sal na comida, consequentemente sinto muita sede também! Preciso beber água!!! É um círculo vicioso...
Mas como foco é meu nome do meio agora, prometo tentar diminuir isso também. Hoje mesmo já não botei água na mesa na hora do almoço...

Agora a questão do refrigerante, pra mim, é o maior desafio de todos. Gente, eu tenho, pelo menos um pouco, de vida social!!! Não dá pra passar a noite num barzinho bebendo água. Muito menos em festas e aniversários. É muito chato isso. Ultimamente, eu tenho tomado aquarius fresh, em vez da coca zero de sempre, mas isso não é o suficiente.... E também não bebo refri em casa, só quando saio e só nos fins de semana, mas ainda acho que não é suficiente também. O problema aqui também é o excesso de sódio dos refrigerantes zero e, voltamos, novamente pro primeiro tópico!!!
Uma prima minha me recomendou pedir água com gás e pingar umas gotinhas de limão, mas nunca tentei pra ver se é "bebível" kkkkkkkkkkk

Bom, os dois primeiros desafios eu já estou encaminhando. E o terceiro, o problema Refri X Vida social, o que vocês me sugerem????

Abraços

3 comentários:

Drika disse...

Sinceramente eu acho que o segredo está no equilibrio ,vc não é hipertensa então o sal light n traria tantos benefícios,diminui na comida aos poucos,com relação aos refrigerantes uma vez ou outra qdo sai não vai fazer mal,é horrivel ficar bebendo só agua ,eu as vezes peço agua de coco e bebo,e liquido durante as refeiçoes é questão de habito se vc aguentar uma semana ,vc nem sentirá falta depois .Um gde beijo!!!

Tatá Estrela EMAGRECENDO disse...

Olá, tudo bom, passeando por ai vi o seu blog e dei uma fuçadinha.... muito legal, suas postagens são bem legais. Mas vamos falar dessa em especial. Bom, tenho o mesmo problema com o liquido durante as refeições, alás tive, pois agora não tenho o hábito de beber durante as refeições, mas isso agora, mas quando comecei a deixar esse habito de lado, não foi nada fácil, passava mal literalmente,. ficava contando os minutos para poder beber água, mas com o tempo acostumei. Deve ser o mesmo quanto aos refris, embora nunca fui fã de refri, pois aqui em casa quase não entrava, só em ocasiões especiais. Mas, acho que vc tá se saindo bem, tá indo na direção certa. Parabéns pela disciplina.
Bjs.. aguardo sua visitinha lá no blog. Bay.

Bruxa do 203 disse...

Aprendi a não gostar de sal, mas dá trabalho encontrar produtos sem ou com pouco sal. Não coloco nem em saladas e pipocas.