sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Shake pré-treino

Olá, magras!!!
Há tempos estou devendo a composição dos meus shakes.
A nutricionista me passou dois. As fórmulas são manipuladas numa farmácia daqui e saem muito caro, pelo menos pra mim. Estou fazendo um esforço sobre-humano pra pagar. Os dois shakes, o pré-treino e o pós-treino, com 30 sachês cada, saem a quase R$ 400,00. 
A nutri e o farmacêutico responsável me garantiram que essas fórmulas são livres de calorias e que não era pra eu substituir uma refeição pelo shake. São apenas aminoácidos com gosto de chocolate. Na verdade é horrível. Dá vontade de vomitar...
Abaixo a descrição dos seus componentes:

Creatina

A Creatina é um aminoácido (os aminoácidos são a base de formação das proteínas) produzido no nosso corpo pelos rins e fígado, proveniente da alimentação através da carne e produtos animais. A Creatina (creatina mono-hidratada) é uma substância incolor, cristalina e usada pelo tecido muscular para a produção de fosfocreatina, um fator muito importante na formação de adenosina trifosfato (ATP), a fonte de energia para a contração muscular e tantas outras funções no nosso corpo.
Benefícios da creatina:
  • melhora a performance atlética
  • aumenta a massa muscular
  • benéfico para doenças do foro muscular.
Fonte: Creatinas

Lisina

Lisina, também conhecido como L-lisina ou ácido aminado K, é um aminoácido essencial, um bloco de construção de proteínas, promovendo o crescimento muscular e reparação de tecidos. Ele também ajuda o corpo a absorver cálcio, produzem hormônios, enzimas e anticorpos de luta contra a doença. Fonte: Shipibonation

Histidina
A L-Histidina tem sido recomendada para o tratamento de doenças alérgicas, podendo ser também potencialmente útil para o tratamento de doenças cardiocirculatórias, pois tem uma ação vasodilatadora e hipotensiva a partir do sistema nervoso autônomo. A L-Histidina é também de grande importância na eritropoese e na leucopoese, podendo assim ser usada para o tratamento de anemias.
Fonte: Em forma

Tirosina
L-tirosina é um aminoácido orgânico não essencial que é um elemento fundamental da proteína. É um aminoácido orgânico devido à presença de um átomo de carbono em sua composição. É um precursor do neurotransmissor dopamina, e também um precursor dos hormônios supra-reais norepinefrina e epinefrina. L-tirosina pode ajudar os atletas a evitar treinamento em excesso, devido à sua habilidade de compensar a fadiga. Como a L-tirosina é um precursor da dopamina, tomar suplemento com L-tirosina pode aumentar a agilidade mental, melhorar os sentimentos de bem estar, e compensar a fadiga físico e mental.
Fonte: Biovea

Treonina
Aparece em pouca quantidade em dietas vegetarianas. Essencial para um crescimento normal, não permite o acúmulo de gordura no fígado.
Fonte: Lolli

Triptofano

O triptofano é considerado um aminoácido essencial, que deve estar presente na alimentação diária, porque o organismo não o consegue produzir. O triptofano, assim como outros aminoácidos, está presente especialmente em alimentos ricos em proteínas. As principais funções do aminoácido triptofano são ajudar na formação do hormônio serotonina que é importante para o controle de processos depressivos que geralmente vêm acompanhados por estresse. O triptofano facilita também a libertação dos componentes energéticos, para manter a vitalidade do organismo no combate aos agentes estressantes dos distúrbios do sono.
Fonte: Tua Saúde

Valina

Sendo um aminoácido essencial, a valina não pode ser produzida pelo corpo e deve, por isso, ser ingerida através de alimentos ou suplementos. 
Benefícios:
  • A valina contribui para o tratamento de doenças no fígado e vesícula biliar, estimula o crescimento muscular e fornece energia ao corpo.
  • Facilita a reparação dos tecidos musculares e ajuda a sarar feridas.
  • Combate a insônia e o nervosismo.
  • Ajuda a suprimir a sensação de apetite.
  • Regula o sistema imunitário e o metabolismo.
  • Melhora a resistência física.
  • Ajuda a manter a quantidade adequada de nitrogênio no corpo.
Fonte: Prozis

Alanina

Ao auxiliar a quebra do açúcar no sangue, a alanina assegura que nossas células consigam a energia necessária para exercícios de força e resistência. Ela torna-se muito mais importante em períodos de estresse. Como um dos componentes da proteína, a alanina também ajuda a minimizar a quebra do tecido muscular e reduz a fadiga. Ela é encontrada em carnes vermelhas, germe de trigo, aveia, iogurte e abacate. A alanina aumenta o tamanho do músculo e a sua força, além de prevenir a sua quebra ao estimular o volume celular e auxiliar a síntese proteica. Isso sem levar em consideração que ela melhora o tempo de recuperação do músculo após os exercícios e previne o acúmulo de subprodutos nas células musculares. Fonte: Definição Total

Whey Protein
É o nome comercial da proteína derivada do soro do leite extraído durante o processo de fabricação do queijo. Esse soro do leite é processado para que sejam separadas as proteínas que formam o Whey Protein. Elas são de peso molecular leve, tornando assim a absorção mais rápida por necessitar de menos tempo e gasto energético do sistema digestório para quebrar as moléculas em partes menores a fim de facilitar a absorção. Além disso, o Whey Protein possui altas quantidades de aminoácidos essenciais, ou seja, aqueles que o nosso organismo não produz, mas que necessita para formar estruturas como, por exemplo, as miofibrilas das células musculares que são importantes no ganho de massa muscular.
Benefícios:
  • Permite construção de massa muscular mais rápida do que outros suplementos;
  • Melhora o sistema imune;
  • Rico em aminoácidos essenciais; 
  • Absorção rápida;
  • Possui alto valor biológico, ou seja, é um suplemento completo de proteínas necessárias ao organismo;
  • Proteínas concentradas, livre de gorduras e com pouco carboidrato; 
  • Contribui para a manutenção e crescimento muscular.
Fonte: Vida e Saúde

Amanhã escrevo sobre o shake pós-treino.
Abraços!



Um comentário:

deiacantelli disse...

Aff, imaginei o gosto quando vc disse que era horrível, sem contar o preço né amigue... que caroooo.
Força na peruca e boa semana!